segunda-feira, 18 de abril de 2016

Peregrinação a Fátima - Cuidados a Ter com os Seus Pés

Oi oi :)

A maior peregrinação a Fátima aproxima-se. Então, nada mais útil do que dar-vos a minha visão de Podologista nos cuidados a ter antes, durante e após a longa caminhada a efectuar. Partilhem com os vossos familiares e amigos para que todos tenham uma viagem com Pés Saudáveis. :)

Imagem: www.agencia.ecclesia.pt
Naturalmente, o primeiro e maior conselho que vos posso dar é: consultem um Podologista pelo menos 1 mês antes de partirem. 

O Podologista irá fazer-vos um exame adequado e completo e informar-vos sobre qual o melhor calçado para o vosso tipo de pé. O uso de suporte plantares personalizados deve ter um maior tempo de adaptação antes da peregrinação. Podem usar palmilhas standarizadas desde que as mesmas não tenham qualquer tipo de relevo.

Vamos, então, aos conselhos gerais:

1 - Usem SEMPRE meias, de algodão e, de preferência, sem costuras.

O uso de meias é fundamental não só para a absorção da transpiração como também como forma de evitar a fricção no sapato, evitando a formação de flictenas (bolhas).
De algodão porque é um material natural e de grande poder de absorção da transpiração.

pt.aliexpress.com

2 - Não use Pó directo no pé para absorver a transpiração.

O excesso de pó no pé irá formar uma pasta entre os dedos promovendo o ambiente ideal para a proliferação de fungos e para a maceração da pele.
Coloque um pouco de pó na meia e sapato e, na pele, opte por colocar o famoso "Betadine" com a ajuda de algodão em disco. O Betadine irá não só controlar a transpiração como também prevenir o apareciemento de micoses.

3 - Use calçado (Sapatilhas/ Ténis) "velhos".

Não compre calçado só para ir à peregrinação. O calçado a utilizar deve ser sapatilha/ ténis de caminhada mas que já tenha a "forma" do seu pé "memorizada". Ou seja, quando compra um sapato novo, nas primeiras vezes que o usa, o pé ainda está a fazer a sua "cama" no mesmo. Se for caminhar sem essa "cama", irá ter mais cansaço, dores musculares e mais bolhas surgirão.

4 - Não use chinelos.

Sim, por incrível que possa parecer para alguns de nós, ainda há muita gente (principalmente mais velhos) que faz esta longa caminhada de chinelos. 
E porque não o devemos fazer? Primeiro porque não permite ao pé estar relaxado. Quando usamos chinelos, se reparar, os nossos dedos estão sempre em "garra" de forma a segurar o chinelo e este não ficar no caminho. (Experimente usar chinelos com os dedos esticados.) Logo, os nossos músculos da perna estarão sempre em tensão, contraídos, provocando mais cansaço e dores musculares.
O sapato de caminhada são as sapatilhas/ ténis e não chinelos/ sandálias.

5 - Não use linha nas suas bolhas!

Se surgir alguma bolha durante a caminha, não a fure deixando ficar a linha. Fure-a com uma agulha devidamente desinfectada e aplique betadine. Se deixar ficar a linha (por muito álcool que tenha) está será um meio de propagação de infecção (o álcool evapora e depois de evaporar, nada fica a não ser a linha).

Se sentir que está a formar bolha, aplique logo betadine e veja o que lhe está a magoar o pé.

Consulte o Apoio aos Peregrino da APP (associação portuguesa de Podologia) que irá encontrar pelo caminho (listagem dos dias e locais em www.appodologia.com).

6 - Beba água.

Prepare-se para este desafio nos dias prévios. Não adianta beber só enquanto caminha. Comece por beber mais águas os dias anteriores para evitar desidratações.
Lembre-se que, se sem caminhar necessitamos de 1,5l de água/ dia, nos dias prévios e durante a caminhada necessitamos de 2 a 3l de água/dia!

www.verportugal.net

7 - Aplique hidratante nos pés.

Diariamente, após o banho, devemos aplicar creme nos nossos pés (excepto entre os dedos) e neste dias não é excepção. Além de os hidratar, estará a fazer uma auto-massagem o que lhe irá dar um bem-estar e relaxamento extra, permitindo-lhe caminhar no dia seguinte mais "leve".

8 - Não use sapato apertado.

Durante o dia, o nosso pé "incha" cerca de 1 número. Durante o desporto/ caminhada, pode aumentar até dois números! Por isso, é importante que o pé tenha espaço.

9 - Areje os seus sapatos durante a noite.

O ideal seria ter dois pares de sapatilhas/ ténis para ir alternando entre um e outros para que o sapato tenha oportunidade de secar e de arejar. Se não for possível, durante a pausa maior, deixe o sapato ao ar para que ele possa arejar e secar o máximo possível (numa janela ou varanda).

Bom, acho que não me esqueci de nenhum conselho.
Espero que tenha sido útil. :)

Não se esqueçam de participar no sorteio a que está a decorrer aqui no blogue, no Facebook e no Instagram.

Façam sempre o que vos faz feliz! :)

Sem comentários:

Enviar um comentário