quinta-feira, 31 de março de 2016

O Douro... sempre o Douro! :)

"Não te vais arrepender. O meu estágio profissional foi a melhor experiência da minha vida. Foi quando fui mais feliz!" E não é que a Isabel tinha razão?! ;)

  

Sabem aqueles locais idílicos que só existem nos filmes? O Douro assim foi, é e será para mim.


E que raio tem de tão interessante aquele terra? Para muitos nada, para mim tudo!
Tem um nascer do sol dourado que se estende pelas vinhas e pelas águas de ouro e que faz realçar as flores primaveris amarelas  e lilases, tem um pôr de sol que pinta de ouro todos os socalcos e que entra em harmonia com o colorido das folhas no outono, tem um céu estrelado imenso e cintilante, tem uma lua  que nos ilude e diz que a conseguimos tocar, tem os maiores abelhas que alguma vez já vi, tem escorpiões  e javalis à solta, tem as festas que levam toda a gente à rua para partilhar refeições e dançar ao som da banda convidada, tem o melhor cachorro quente do mundo, tem o melhor vinho e moscatel do mundo, tem um pão quentinho às 6h da matina que é de louvar aos céus, tem aquele jeito acolhedor tipico transmontano mas também aquele olhar que vigia todos os teus passos, é "o reino maravilhoso" como dizia Miguel Torga.




Vivi o reino encantado e o reino dos infernos, mas foi isso que tornou o Douro tão especial.
Tive ataques de riso, ataques de pânico, discussões que nem é bom lembrar e gargalhadas que quero lembrar, muito trabalho, muita diversão, muita aventura! Ri, chorei, tive momentos de tristeza e momentos de felicidade. Não fiz amigos, fiz uma segunda família. Testei os meus limites e venci!

E o que é a vida senão isso? Por isto, e muito mais, é que o Douro está e estará sempre presente na minha vida e no meu coração.

Esta é a minha homenagem ao Douro e a todos com quem lá privei e continuarei a privar. :)

Até breve. :)

Sem comentários:

Enviar um comentário